Sexta-feira, 8 de Janeiro de 2010

Natália Correia

Há uns anos atrás num Parlamento diferente deste a poetisa Natália Correia escreveu este poema:

Já que o coito - diz Morgado -
tem como fim cristalino,
preciso e imaculado
fazer menina ou menino;
e cada vez que o varão
sexual petisco manduca,
temos na procriação
prova de que houve truca-truca.

Sendo pai só de um rebento,
lógica é a conclusão
de que o viril instrumento
só usou - parca ração! -
uma vez. E se a função
faz o órgão - diz o ditado -
consumada essa excepção,
ficou capado o Morgado."

Õ que escreveria hoje?

publicado por Réspublica às 14:55
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.posts recentes

. Candidatura presidencial ...

. Israel

. 1ª Semana...

. Victoria!!!

. XXXII Congresso

. Pedro Passos Coelho a últ...

. Liberdade...

. Frase que fizeram históri...

. Música francesa... Gabrie...

. O anonimato nos blogs...

.arquivos

. Junho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

blogs SAPO

.subscrever feeds